CIDADÃOS CONCEICIONENCES RECLAMAM DE POUCA MÃO DE OBRA LOCAL, NA ANGLO AMERICAN

No dia 19 de Junho de 2017, foi realizada Audiência Pública, na Câmara Municipal de Conceição do Mato Dentro, visando discutir a contratação de mão de obra local pelo empreendimento Minas-Rio, da Anglo American.

É possível constatar o alto índice de desemprego no Brasil e particularmente em Conceição. Contudo, os cidadãos conceicionenses queixam de injustiças com aqueles que querem trabalho digno em sua cidade, que cada vez mais recebe “forasteiros” para trabalhar no empreendimento, da multinacional Anglo American.

A população alega vários problemas no ato da contratação junto à mineradora, em particular a questão das empresas terceirizadas, que supostamente selecionam currículos por simpatia e “apadrinham” funcionários, no processo de contratação. Além disso, a prefeitura também recebeu parcela de críticas, também por possível indicação de currículos e ineficiência na fiscalização da empregabilidade dos conceicionenses, que mesmo aptos ao trabalho, por vezes não são priorizados.

É possível que, com o tempo, o empreendimento consiga a aprovação da “Etapa 3”, pois o estado está falido. Tal situação exige que a cidade e população ativa se organize perante a mineradora, exigindo a qualificação da mão de obra local e o emprego efetivo desta.

Paralelamente, torna-se imperativo o incentivo ao desenvolvimento de outras áreas que possam sustentar o município a longo prazo, independente da mineração, tais como o turismo e o comércio, impulsionando a economia local.

Os representantes da mineradora, por sua vez, afirmaram que haverá maior fiscalização diante de suas terceirizadas e aperfeiçoará os bancos de dados. Além disso, prometeu maior incentivo na capacitação e investimentos na área questionada.

Vamos lá conceicionenses! Juntos, somos mais fortes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *