Conceição dividida abre portas para manifestações


Conceição do Mato Dentro já foi uma cidade pacata, onde as pessoas
desfrutavam do bom relacionamento de conversas amistosas e corriqueiras,
em clima agradável e equilibrado com a natureza local. Contudo, desde a
chegada da mineração na cidade, este clima mudou drasticamente.

Às vésperas do licenciamento do Step 03, a cidade vem se dividindo e
apresentando conflitos, onde as duas partes (moradores conceicionenses e
atingidos) estão certas por requererem seus direitos, que, somente a
mineradora poderá oferecê-los, através de acordo com o Governo do Estado
no dia 26 de Janeiro de 2018.

Uma parte quer lutar por mais empregos, maior qualidade de vida e
crescimento econômico na cidade, sim, é justo! A outra parte quer que a
mineradora cumpra suas promessas e condicionantes, além de ter seus
direitos legalmente reconhecidos. Ora, antes da empresa chegar à cidade, a
população já estava lá, seria injusto não reconhecer que são atingidos. Então,
já que todos estão certos, porque então o clima de desunião que a cidade
vive?

Sinceramente, acho que todos os envolvidos deveriam se unir em um bem
comum, é isso mesmo, neste caso, tem como agradar “gregos e troianos”.
Mas, para que isso ocorra, os poderes executivo e legislativo municipal tem que se
coçar e tentar apaziguar essa situação de forma imparcial, afinal de contas, os
atingidos não querem pagar com sangue, a progressão econômica na cidade.

O recado está dado. Torço para que nosso município aja com prudência e
saiba lidar com as manifestações, prós e contras à liberação ambiental, de modo a resolver para não
virar uma “bola de neve”, conscientizando os envolvidos sobre o respeito ao
próximo, acima de tudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *