Lançamento de Livro feito por famílias atingidas da comunidade Cabeceira do Turco e equipe Pólos de Cidadania marca Conceição do Mato Dentro

No dia 22 Mar 18, ocorreu na Fundação Casa da Cultura em Conceição do Mato Dentro, o Lançamento do Livro: “Violações de direitos e dano ao projeto de vida no contexto da mineração”, feito por famílias atingidas da comunidade Cabeceira do Turco e equipe Pólos de Cidadania, em Conceição do Mato Dentro.

O evento iniciou com apresentação de peça de teatro, feito pela Michelle Ferreira da equipe Polos de Cidadania. A peça teatral contou o histórico de luta da America Latina, frente aos poderes econômicos de elites burguesas estrangeiras que deram golpes nos anos de 1964 e 2016, em democracias instauradas mediante luta pelo povo latino-americano, não havendo mudanças significativas, desde os tempos de colonia até os dias atuais. Conclui-se que nós, povo latino-americano, continuamos sendo escravos até os dias contemporâneos, daqueles mesmos que outrora nos exploravam.

QUE PEÇA FANTÁSTICA! Parabéns pelo Dom artístico Michelle!

Após a peça teatral houve o lançamento do livro, propriamente dito, onde conta a história dos atingidos, bem como os relatos de danos ocasionados pela mineração na cidade, sendo a distribuição do livro gratuita. Houve discursos dos atingidos pelo projeto Minas-Rio, que, emocionados,  agradeceram pela força e apoio de todos os envolvidos, particularmente ao Programa Polos de Cidadania.

Ao término do evento, contamos com a presença do Dr. Helder Magno, do Ministério Público Federal, que reforçou a luta e empenho de todos aqueles que sofrem com a situação atual, de forma a corrigir os estragos ocasionados pela mineração na cidade. Dr. Helder também ressaltou que o Ministério Público Federal está atento a todas as questões suscitadas e envolvidas pelo Projeto Minas-Rio.

Quero agradecer a todos aqueles, que com fibra e energia, lutam por maior igualdade e justiça no Brasil e no Mundo. Parabéns a todos!

Aproveitar a oportunidade e falar para os Conceicionenses lerem o livro, somente com o conhecimento de causa que saberão os motivos das adversidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *